sexta-feira, 29 de maio de 2009

Participação na 1ª Conferência Municipal de Segurança Pública

A 1ª Conferência Municipal de Segurança Pública aconteceu nos dias 27 (abertura), 28 e 29/05/09, no Hotel Guanabara, no Rio de Janeiro, como fase eletiva e preparatória para a 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (1ª CONSEG), programada para acontecer em Brasília, no mês de julho/09. Antes, ainda teremos a etapa estadual, no mês de junho/09.
Estivemos participando eu, Maria da Gloria e Mariléa. Eu e Gloria representando o Fórum Estadual de Mulheres Negras do Rio de Janeiro e Mariléa, como gestora, aliás, não entendi porque a Beth (Elizabeth Acampora, diretora da Afiaserj), fez a inscrição da Mariléa neste seguimento porque como presidente da AFIASERJ (Associação dos Funcionários do IASERJ), ela faz parte do seguimento sociedade civil. Por ter sido inscrita como gestora ela não pôde votar na indicação dos representantes da sociedade civil e dos trabalhadores em segurança pública que irão à Conferência Nacional e nem nos princípios e diretrizes que foram formulados pelos grupos que compuseram a Conferência, enfim, ela ficou só de ouvinte.
No dia 29/05 aconteceu simultaneamente a 1ª Conferência de Segurança Pública Eletiva do Centro da Cidade, promovida pela AISP para a qual nós três nos inscrevemos, mas que só Maria da Gloria e Mariléa participaram na parte da manhã, porque eu me envolvi com o processo eleitoral, fazendo campanha para alguns guardas municipais com quem travei amizade na 1ª CONSEG Municipal e para companheiros(as) meus(minhas) de luta da sociedade civil. Também me inscrevi e concorri à vaga para ir direto para a Nacional, apenas para garantir que concorresse alguém representando a mulher negra. Depois, na boca de urna conheci a Cleonice, militante do movimento de mulheres negras e que também é guarda municipal, mas já havia me comprometido com a campanha para o Monteiro antes, mas mesmo assim, ainda consegui bons votos da sociedade civil para ele e consequentemente ele conseguiu votos da guarda municipal para mim e para os(as) companheiros(as) indicados(as) por mim. O Monteiro foi eleito, representante dos trabalhadores da segurança pública, eu obtive míseros 6(seis) votos em meu nome, 5(cinco) para a Maria Celsa, 2(dois) para a Maria de Jesus, 4(quatro) para o Verton e 10(dez) para o Abilio Tozini. Valeu a experiência porque foi muito divertido garimpar votos na boca de urna.
O processo de apuração dos votos foi demorado e não houve tempo para colocar em votação as Moções, que foram devolvidas, com a sugestão de que sejam levadas para a CONSEG Estadual. Quem não vai gostar nada disso, quando souber, será o Carlos alves, o Carlinhos Xiita do PT, porque a maioria das moções foram feitas por ele, que não pôde ficar até o final da apuração, porque tinha outro compromisso com a Entidade a qual ele pertence. Mariléa pegou de volta a que fizemos sobre o IASERJ, para apresentá-la na CONSEG Estadual.
Esta Conferência foi diferente de todas as que já participei porque não teve Regimento Interno votado e nem o colocaram na bolsa que recebemos com o caderno com os eixos temáticos, bem como o folder com os horários da programação não fizeram em número sificiente para todos os participantes, só algumas pessoas receberam. Nós três não ganhamos. O almoço foi custeado pelo próprio participante, só ofereceram o café da manhã e o coffe-break à tarde, acompanhado de um pequeno show de música popular, quando eu e Mariléa aproveitamos para dançar.
Apesar desses percalços, foi muito bom rever companheiros lutadores da sociedade civil e conhecer os trabalhadores da segurança pública municipal, além do pessoal da Comissão Organizadora, os facilitadores dos grupos, como o David que atuou no grupo do Eixo 4, cujo tema foi "Repressão Qualificada da Criminalidade" e no qual estive participando ativamente na elaboração dos princípios e das diretrizes que nortearão as ações da Política Nacional de Segurança Pública.
Os certificados não foram entregues, pelo que eu soube a Prefeitura irá nos comunicar quando eles estiverem disponíveis para que possamos ir buscá-los.
Nós três fomos as últimas participantes a deixar o Hotel Guanabara e o fizemos levando cada qual um buquê de flores que tiramos dos arranjos da mesa porque elas seriam jogadas fora e eram tão bonitas.........

Nenhum comentário: